Morar em Victoria Canadá

Morar em Victoria Canadá – o que devo considerar – Parte 1

A ideia deste post é mostrar para aqueles que planejam vir morar em Victoria Canadá, alguns pontos que não percebemos quando não moramos aqui. A minha intenção não é fazer você desistir de morar nesta bela cidade, mas sim ajudá-lo a se planejar melhor.

Esse post é, principalmente, para aqueles que vêm com a intenção de imigrar e que, provavelmente, vão começar a vida do zero por aqui. Vão ter empregos com salário mínimo no começo e gastos altos nos primeiros anos até se estabelecer.

O post ficou longo por isso divido em duas partes. Em breve publicarei: Morar em Victoria Canadá – o que devo considerar – Parte 2.

Eu escrevi em 2017 o post 5 motivos para não morar em Victoria e confesso que esses motivos continuam os mesmos. Porém, quase quatro anos depois, vejo que tenho um olhar mais abrangente sobre o assunto e também aprendi com as histórias de outras pessoas que por algum desses motivos saíram de Victoria.

Também notei que esses aspectos negativos podem influenciar muito ou quase nada a sua vida. Isso tudo depende do tamanho da sua família, condições financeiras, profissão e estilo de vida. Por isso, incentivo você a usar as informações a seguir para analisar o seu contexto, e o que pode ser ou não um problema para você.

Custo de Vida

Esse é o assunto que mais me preocupa, já que tenho visto uma série de perfis do Instagram de pessoas que ainda não moram aqui dizendo que é muito barato morar em Victoria. Eles estão comparando somente o custo de moradia com Toronto e Vancouver e não estão olhando para os outros aspectos.

Primeiramente, Victoria é muito menor que Toronto e Vancouver. Se compararmos ela com outras cidades do mesmo porte, não só a moradia, mas o custo de vida aqui é alto.

Não é à toa que Victoria está sempre nos noticiários como uma das cidades mais caras do Canadá para se morar. Curiosidade: Victoria tem a internet mais cara do país e o preço da gasolina é um dos mais caros também.

Fora que temos bem menos opções de empregos em Victoria do que Toronto, Vancouver e Calgary. E os salários são menores, principalmente, para profissionais mais qualificados.

Trabalho com Recursos Humanos e em Victoria há um grupo de profissionais da área que se encontram (agora virtualmente) para debater assuntos relacionados ao mundo do RH. Em diversas dessas conversas aprendi que muitas empresas pagam menos em Victoria que em outras cidades porque sabem que as pessoas querem vir morar ou continuar morando na cidade por conta da qualidade de vida.

Importante lembrar também que Victoria está localizada na Ilha de Vancouver, não tem acesso via terrestre, somente por balsa ou avião. Assim, alguns produtos ficam mais caros quando chegam aqui.

Leia também: Vale a pena chegar de avião em Vancouver e pegar a balsa para Victoria?

Dá para ver essa diferença no mercado, onde produtos básicos como leite, pão, frutas, ovos e arroz, por exemplo, são mais caros que em Vancouver. Como a cidade é bem menor, não temos tantas opções de lojas de roupas, sapatos ou eletrônicos, assim pode ser que o valor de alguns produtos seja mais alto também.

Moradia

De acordo com o último Relatório Nacional de Aluguel da rentals.ca, o valor do aluguel em todo o Canadá caiu 7,1% no ano de 2020, mas o aluguel médio mensal em Victoria ainda tem tendência de alta. O relatório afirma que o aluguel médio de um apartamento de um quarto, em dezembro de 2020, ficou em $1,537.00, e de dois quartos, em $2,059,00.

Lembrando que esses valores são uma média. Se você quiser morar em um apartamento novo, sem lavanderia compartilhada, o valor fica ainda mais alto. Conheço pessoas que moram na região central em apartamentos novos e pagam entre $2.300,00 e $2.500,00 por mês em um apartamento pequeno de dois quartos. 

Os prédios mais velhos, de madeira e com lavanderia compartilhada, são os mais baratos, mas pode ser um problema morar em um deles, já que não tem um bom isolamento acústico e você ouve tudo que seus vizinhos estão fazendo. Tanto eu quanto outros amigos já moramos em edifícios antigos e chegou uma hora que ninguém aguentou e foi morar em uma apartamento mais novo, com melhor acústica, porém muito mais caro.

No último apartamento de dois quartos em que morei, em um edifício novo, fora da região central de Victoria, o aluguel custava $1750,00.

Agora, se você tem família grande e animais de estimação, esse valor com moradia pode ser ainda mais caro, já que provavelmente você vai precisar alugar uma casa. Vejo que para muitas pessoas solteiras e casais sem filhos ou animais, o valor do aluguel não pesa tanto, já que eles podem morar em lugares menores e mais simples, ou até mesmo dividir um apartamento com alguém.

Clima ameno, muita natureza e qualidade de vida são um dos principais motivos que fazem as pessoas quererem morar aqui. Mas pagamos por isso, o custo de vida aqui é alto. Os canadenses dizem que a Ilha de Vancouver é o Havaí do Canadá.

Outra informação que acho importante mencionar é que com a pandemia muitos profissionais bem remunerados de Vancouver e região estão vindo morar na Ilha de Vancouver, já que muitas empresas liberaram o home office por tempo indeterminado. Isso com certeza vai deixar a nossa região mais cara. Vi essa informação nos noticiários e também fiquei sabendo de conhecidos de amigos e familiares que estão saindo de Vancouver e vindo para a Grande Victoria e outras cidade da Ilha de Vancouver nessa condição.

Achar um um apartamento para morar também pode ser um problema, já que a procura é maior que a oferta. Em 2016, morei 7 meses com a minha sogra porque não conseguia achar apartamentos para alugar. Quando eu, por fim, conseguia ir visitar um imóvel, sempre havia outras pessoas visitando também. Eu preenchia a ficha de interesse e não era aceitava, já que eu e o meu marido, na época, ganhávamos salários de estudantes.

A pandemia e a falta de alunos, sobretudo internacionais, fez com que a taxa de ocupação não esteja tão ruim no momento, mas lembre-se de que Victoria é uma cidade universitária e quando as coisas voltarem ao normal, provavelmente, voltará a ficar difícil encontrar um local para morar, principalmente, nos meses que antecedem os inícios das aulas.

Leia também: Aluguel no Canadá – Dicas e informações importantes – Parte 3

Creche

Na Província British Columbia crianças têm escola gratuita a partir dos 5 anos de idade. Ou seja, se você tem filhos pequenos e pretende trabalhar, precisa colocá-los na creche. E aqui temos dois problemas: a falta de vaga e o valor da mensalidade.

Duas semanas depois que meu filho nasceu, comecei a colocar o nome dele na lista de espera das creches e ouvi da maioria delas que a lista era longa e que eu deveria ter colocado o nome dele quando eu ainda estava grávida. Tirei um ano de licença maternidade e achei que ter um ano inteiro para procurar uma creche para ele seria o suficiente.

Várias creches nem deixaram eu colocar ele na lista porque sabiam que não iria confirmar. Bateu um desespero e saí pedindo para todos os meus amigos para me indicarem nas creches dos filhos deles (essa é uma das maneiras de conseguir vaga). Como eu fazia vídeos no Instagram contando a minha jornada, uma brasileira que me seguia viu e me ajudou a conseguir uma vaga na creche que o filho dela frequentava. 

Tentei achar na internet o valor médio da mensalidade das creches de Victoria e encontrei em alguns sites desconhecidos alguns números bem baixos comparados aos que eu realmente vi quando estava procurando uma creche. Por isso, não vou colocar esses sites aqui porque não sei se são confiáveis, vou informar os valores com os quais eu me deparei.

As creches licenciadas (clica aqui para entender os tipos de creches que temos em BC) com valor mais em conta para uma criança de até 18 meses (Infant) custa em torno de $900,00. Essas creches na verdade tem um valor em torno de $1.250,00 por mês, mas recebem subsídio do governo, por isso, são mais baratas. Leia mais no site da Província de BC.

O valor médio que encontrei foi de $1,300.00/mês. O mais alto foi de $1,700.00 em creches de redes, que costumam ser maiores e é mais fácil conseguir vagas.

Bom, essa é a primeira parte do post Morar em Victoria Canadá – o que devo considerar. Espero que ajude você a planejar melhor a sua mudança para Victoria. Fique de olho no blog e Instagram que em breve publicarei a segunda parte deste post.

Agora se você quer ler sobre os motivos que me levaram a continuar morando em Victoria, não deixem de ler o post: Motivos que me levaram a querer continuar morando no Canadá!

Something is wrong.
Instagram token error.

embarquecomapri

Follow
Load More

2 thoughts on “Morar em Victoria Canadá – o que devo considerar – Parte 1

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.