Vida em Victoria

Vida em Victoria – Entrevista com Solange Almeida

Hoje tem o projeto Vida em Victoria no blog! Com o intuito de compartilhar outras experiências e diferentes pontos de vista, resolvi convidar brasileiros que moram em Victoria para contar aqui no blog um pouco sobre eles.

A minha convidada especial de hoje é uma amiga, a Solange. A gente se conheceu há alguns anos em uma Festa de Natal Brasileira e simplesmente gostamos uma da outra. Para a nossa sorte, nossos maridos também se dão super bem e nasceu uma bela amizade entre as nossas famílias.

Amo bater papo com a Sol (para os íntimos rsrs) e, se deixar, a gente fica horas conversando sem parar sobre os mais variados assuntos. A Sol chegou ao Canadá em 2008 e passou por todos os desafios que a maioria de nós imigrantes enfrentamos, principalmente, nos primeiros anos. 

Pri: O que você faz no Canadá?

Solange: Atualmente eu trabalho em um banco como Business Banking Advisor. Fiz dois anos de Administração de Empresas na UVic e um curso de análise comportamental. Cheguei ao Canadá em 2008 para estudar inglês e minha jornada foi marcada por altos e baixos, mas com certeza foi a melhor escolha que já fiz. Sou casada e tenho um filho.

Pri: Por que você escolheu Victoria?  

Solange: Na verdade, eu estava pesquisando universidades e a UVic era uma das minhas opções. Na época, morava em North Vancouver e vim pra Victoria para conhecer o campus da UVic. Resultado: eu me apaixonei pela cidade, pela universidade e pela educação das pessoas. A cidade é super charmosa. Com mais de 385.000 habitantes, Victoria é o lugar perfeito para quem busca qualidade de vida e curte a natureza. Aqui temos o privilégio de apreciar a beleza do inverno e o branco da neve, assim como os longos dias de verão, quando temos a oportunidade de curtir o sol até as 9h da noite. Além das lindas flores que enfeitam as ruas e parques de Victoria na primavera e das cores marcantes das árvores no outono. As estações do ano são bem definidas e sempre tem algo interessante “outdoor” para fazer. Eu e minha família amamos!

Pri: Na sua opinião, quais são os pontos positivos de morar em Victoria?

Solange: 

 * Aprecio muito a segurança. Andar pelas ruas com iPhone, Apple Watch, laptops ou jóias não costuma ser um problema. 

* Nada é muito longe e o trânsito normalmente flui bem. 

* Pra quem curte gastronomia como eu, Victoria não deixa a desejar. Temos ótimos restaurantes, bares e cafés. Gostamos muito do Fireside grill, do Malahat Chalé (tem uma vista incrível), do Vista 18, II Terrazzo, My Chosen Cafe e tantos outros que eu e minha família frequentamos.

* Gostamos muito de fazer trilhas e estar em contato com a natureza e Victoria não deixa a desejar neste aspecto.

Pri: E os negativos?

Solange: A cidade está crescendo bastante, temos como exemplo a comunidade de Westshore que cresceu 5.2% em 2019 e foi a comunidade que mais rápido se desenvolveu em B.C. (fonte: Victoria News – link abaixo). Porém, todo crescimento (mesmo que ordenado) vem com consequências. 

O sistema de saúde é uma delas. É muito difícil para recém chegados conseguirem um médico de família. Conseguir uma consulta com um médico especialista pode ser ainda mais complicado uma vez que a fila de espera é longa.

Outra questão é em relação à moradia. Alugar um imóvel em Victoria tem se tornado uma tarefa desafiadora. Os aluguéis não são baratos e a procura é grande.

Fonte: https://www.vicnews.com/news/langford-ranks-as-fastest-growing-community-in-b-c/#

Pri: Qual é o seu lugar favorito na cidade?

Solange: Gosto muito de passear no Fisherman ‘s Wharf, Ogden Point & Dallas Road. Um pouquinho fora do centro de Victoria, mas excelente para os amantes da natureza são as trilhas perto da Royal Roads University. A minha favorita é a Charlie ‘s trail. 

Pri: Que dica ou conselho você daria para quem está planejando morar no Canadá?

Deixar seu país, suas origens, sua família, amigos e cultura pode ser mais difícil do que parece e pode sim afetar sua saúde mental. Minha sugestão é: saiba o real motivo que está te conduzindo a embarcar nesta aventura e pesquise. Pesquise muito para minimizar as incertezas e evitar as decepções. O investimento financeiro e emocional é grande e requer planejamento. 

Solange, muito obrigada por aceitar o meu convite para fazer parte do Projeto Vida em Victoria. 

Aos leitores, fiquem de olho no blog! Todo mês vou entrevistar um brasileiro ou brasileira, que admiro, para o projeto.

Fonte da foto de capa: Solange Almeida

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.