Bairros e regiões da cidade de Victoria no Canadá

A ideia de falar sobre os bairros e as regiões da cidade de Victoria no Canadá surgiu quando comentei no Instagram que já morei em diferentes áreas da cidade e me coloquei à disposição para tirar as dúvidas dos seguidores. Porém, não imaginava que iria receber tantas perguntas e muitas bem parecidas, assim decidi que seria melhor escrever um post sobre o assunto.

Antes de responder, acho importante explicar dois pontos: como é feita a divisão das cidades da Grande Victoria e onde eu morava no Brasil, já que isso influencia na minha opinião sobre distância, tempo no trânsito, transporte público etc.

A Grande Victoria

O município de Victoria não é muito grande, tem pouco mais de 85 mil habitantes. Já a região metropolitana da Grande Victoria tem cerca de 383 mil habitantes e é formada por treze municípios. E é aí que a confusão começa para quem vem de cidades grandes do Brasil. Esses municípios que fazem parte da Grande Victoria parecem mais bairros, já que são pequenos e bem próximos uns dos outros.

Eu moro em View Royal que é um dos municípios, mas o meu endereço é Victoria e não View Royal. Todas as minhas cartas chegam como Victoria, já que o meu CEP é de Victoria. Por isso, para mim View Royal está mais para um bairro de Victoria que para um município.

Os governantes dizem que dividiram a região em municípios porque cada um deles tem características e necessidades diferentes uns dos outros. Em 1966, foi criado o The Capital Regional District (CRD), que envolve os treze municípios e visa a tomada de decisões sobre questões regionais que transcendem as fronteiras municipais e possibilitam a efetiva prestação de serviços aos residentes.

A questão é que muita gente que mora aqui acha que não há necessidade de termos treze municípios, pois os municípios como Victoria, Oak Bay e Esquimalt têm problemas e necessidades parecidas e são bem próximos uns dos outros. No entanto, faz sentido Metchosin e Highlands, que são áreas rurais com necessidades singulares, serem regiões diferentes.

Onde morava no Brasil e a minha relação com a cidade de Victoria no Canadá

Eu morava na Grande São Paulo e enfrentava pelo menos uma hora e meia de trânsito para chegar ao trabalho. Usava muito o carro, já que usar o transporte público demorava ainda mais e tinha que lidar com ônibus e metrôs abarrotados. Quando eu me mudei para Victoria e comecei a usar o transporte público, achei que estava no paraíso. O máximo que demorava para chegar ao destino mais distante eram 40 minutos, contando a caminhada até o ponto.

Agora se você vem de uma cidade pequena no Brasil, onde vai trabalhar andando ou demora poucos minutos para chegar ao trabalho de carro ou transporte público, pode ser que as suas expectativas sejam um pouco diferentes das minhas.

Vamos as perguntas?

Tem algum local que você morou e não gostou de jeito nenhum?

Tem! Eu evitaria morar em algumas ruas de North Park. Morei em dois endereços diferentes desse bairro e é impressionante como muda muito de uma parte para outra dentro da mesma região.

Morei na Empress Ave., esquina com a Chambers St. Na divisa com o bairro Fernwood. O local é cheio de famílias, limpo e calmo. Eu amava! Depois me mudei para a Green Street, atrás do Save on Food Arena. A rua era linda, mas não era tão calma como a anterior.

Havia barulho de pessoas gritando e falando alto durante a noite, isso porque o local é perto da Pandora Street, onde muitos dos problemas de Victoria acontecem devido ao alto número de pessoas usando drogas na região. Já aconteceu de encontrarmos lixo, roupas e comida, por exemplo, na porta da nossa casa. Eu falo sobre isso no post “Onde morar em Victoria? Vejam os bairros que devem ser evitados!

Como disse, não é o bairro todo que é ruim. Tenho um casal de amigos que mora com os filhos há cinco anos na região mais tranquila e familiar e amam. A casa deles é de esquina e nunca tiveram nenhum incidente.

Qual bairro indica mais para família?

Não tem um bairro específico. Quando penso em um bairro bom para família, penso em locais que tenham parques, lugares para as crianças brincarem e que sejam sossegados, ainda mais agora com essa questão do Coronavírus. Considerando isso, eu indico: View Royal, Fairfield, Gonzales Bay e a região de Colwood e Langford.

É claro que mesmo nessas regiões tem ruas e avenidas que não são adequadas para crianças devido ao fluxo de carros e por estarem muito perto de comércios e empresas. Nada como estar aqui para ver o local ou perguntar para mim. 😉 

É fácil a circulação entre os bairros e o centro de bicicleta?

Sim! Inclusive Victoria é conhecida como a Capital do ciclismo canadense. A cidade possui mais ciclistas per capita do que qualquer outra cidade do Canadá.

Temos uma ciclovia com 60 km de extensão chamada Galloping Goose Trail que conectada com a Lochside Trail, totalizando 85 km e ligando diversos municípios. Muitos usam essas ciclovias e também as ciclofaixas espalhadas pela Grande Victoria como meio de transporte para ir ao trabalho ou escola.

Até os ônibus em Victoria são preparados para transportar bicicletas. Há um rack na parte da frente para colocar elas. O transporte de bicicletas só pode ser feito durante o dia, porque à noite elas bloqueiam os faróis. Assista no vídeo abaixo como é feito o transporte das bicicletas.

Leia também: Victoria, a capital do ciclismo canadense

Para quem estuda na Uvic quais bairros você indicaria? Mesmo que precise pegar ônibus.

Na primeira vez em que estudei na Universidade de Victoria, eu morava em Oakland, perto do Hillside Shopping Mall e gostei muito. Havia diversas opções de ônibus para a Uvic durante todo o dia e eram apenas 20 minutos de viagem. Além do mais, o aluguel costuma ser mais barato nessa região do que no centro.

Gordon Head, Mount Tolmie, Jubilee, Fernwood, Rockland e Uptown também são opções que costumam ter linhas de ônibus para a Uvic. E, é claro, o centro de Victoria, mas o aluguel é mais caro.

Uma outra opção mais afastada com um aluguel um pouco mais em conta é Victoria West e Esquimalt. Dependendo da região nesses bairros, há duas linhas de ônibus #15 e #14 que vai até a universidade em 40 minutos, sem contar a caminhada até o ponto. Tenho conhecidos estudantes da Uvic que moram na região porque conseguiram um aluguel mais acessível.

Tenha em mente que achar um lugar para morar em Victoria não é fácil. A demanda por um imóvel é maior que a oferta em qualquer região e isso piora muito com os inícios das aulas em setembro. Então, não deixe para a última hora.

Pode ser que você não consiga alugar algo perto da universidade. Assim o importante é verificar se há linhas de ônibus para Uvic perto da residência. E mais importante ainda é qual a frequência dessa linha.

Leia também: Aluguel no Canadá – Dicas e informações importantes

Quando cursei o Diploma em Businesses Administration, eu morava em Colwood. Tinha uma linha de ônibus (#51-Uvic) que saía da esquina de casa direto para a UVIC. O problema é que a frequência era de somente seis vezes ao dia.

Teve uma época que eu tinha aula à noite, então pegava o último ônibus do dia e chegava duas horas antes da aula. No retorno, meu marido me buscava porque senão eu teria que pegar dois ônibus e andar 20 minutos para chegar em casa. 

Você acha Langford muito longe de downtown? Sinto que ficaria isolada morando lá.

Eu morei bem na divisa de Colwood com Langford e nunca me senti isolada. Se você morar em Langford, você não precisa ir a Victoria para nada. A região tem tudo o que você precisa: mercados, shoppings, médicos, parques, restaurantes, academia etc. 

Na realidade, tem muito mais opções em Langford do que Victoria, já que a região tem, além dos mercados tradicionais, a Superstore e o Costco, que são mercados com ótimas opções de produtos e preços acessíveis. A não ser que você trabalhe na região central de Victoria ou quiser ir a algum local específico, você não precisa ir ao centro. 

Vale a pena morar em Colwood ou Langford para ter uma casa e ir para o centro de Victoria todo o dia?

Várias pessoas me fizeram essa pergunta e eu não sei se as pessoas estão falando de comprar ou alugar algo. Porém, entendo que querem morar em uma casa para ter mais espaço e um custo menor com moradia, já que essa região é mais acessível. Entendo também que essas pessoas estudam ou trabalham no centro de Victoria.

Tenho familiares e amigos que moram em Langford e Colwood e todos sem exceção dizem que vale a pena! Alguns trabalham no centro de Victoria e outros não. Quem trabalha no centro, normalmente, não vai de carro porque o valor do estacionamento é alto e não é tão fácil achar vaga. A mensalidade dos que têm disponibilidade varia de $200 a $350. Os mais baratos, que são públicos, custam em torno de $120 por mês, mas tem uma lista de espera longa.

Um dos nossos amigos que é mais esportista vai e volta de bicicleta para o trabalho todos os dias. A empresa em que ele trabalha tem bicicletário e também chuveiros e vestiários. Isso é bem comum em Victoria.

Outro para o carro no Park and Ride (na Sooke Road X Ocean Boulevard) que é gratuito e fica há cinco minutos da casa dele. Dali ele pega o ônibus no Colwood Exchange para o centro, o que leva de 20 a 25 minutos.

Aqueles que fazem o trajeto todo de ônibus de Langford até o centro de Victoria levam cerca de 40 minutos. Claro que isso depende de onde se mora em Langford.

Acho importante contar para vocês as experiências dos outros, mas cada um tem que analisar o estilo de vida da família, questões financeiras e objetivos para tomar essa decisão.

Depois que a nossa família cresceu, passamos a considerar morar na região de Colwood e Langford porque queremos mais espaço. Se acharmos uma casa que gostamos, perto da linha 50 e que caiba no nosso orçamento, pensamos em mudar mesmo que tenhamos que ir trabalhar no centro. Além disso, não é somente a moradia que é mais barata, mercados, lojas, tudo na região tem o preço mais acessível.

Pode falar um pouco de cada bairro que morou na cidade de Victoria no Canadá? Aluguel, transporte público etc.

Fica difícil eu falar de todos os bairros, mas vou falar de forma geral sobre eles. Todos têm o valor de moradia alto se compararmos com outras cidades do Canadá do mesmo porte. Normalmente, quanto mais afastado da região central de Victoria, mais barato é o aluguel.

O transporte público, de forma geral, é bom, mas é claro que dependendo da região pode ser melhor ou pior. Novamente, aqui entra a localização. Quanto mais perto das grandes comunidades e principais avenidas melhor é o transporte. 

Uma coisa que gosto nos bairros daqui é que sempre tem um vila. Então, sempre vai ter um mercado, uma cafeteria, uma lojinha na região. 

Quando morei em Oaklands tinha a região do Hillside e em North Park tinha a Quadra Village. Já em Rockland, além de estar perto do centro, eu podia andar para Cook Street Village ou Oak Bay Village. Em Colwood, morava muito perto do Westshore Town Centre que tem tudo! Agora em View Royal temos o Eagle Creek Village.

Bom, espero que o post ajude a esclarecer as dúvidas de vocês. Agradeço a todos pela participação no meu Instagram e por me seguirem.

Se você mora na cidade de Victoria no Canadá, conte para nós a sua experiência nos comentários abaixo. Mesmo que você tenha uma opinião diferente da minha, acho importante para os leitores verem outros pontos de vista. Obrigada!

Something is wrong.
Instagram token error.
Load More

4 thoughts on “Bairros e regiões da cidade de Victoria no Canadá

  1. Oi, Pri! Vou acrescentar uma região aqui. Moramos 11 meses na região do Gorge/Burnside e dependendo de transporte público. Notamos que as linhas de ônibus seguem um padrão de rotas horizontal ou vertical na circulação pela cidade. Infelizmente onde estávamos localizados, embora com linhas verticais (acesso rápido a Downtown, por exemplo), ficava no meio entre duas rotas horizontais e ou a gente tinha que fazer uma boa caminhada até elas para acessar bairros a direita e esquerda da gente, ou o jeito era tomar 2 ônibus. Ou seja, o Walmart que estava a leste do Gorge/Burnside ficava a 2 ônibus de distância (4 considerando ida e volta). O mesmo para o trabalho do marido, a Oeste. Então é preciso levar em consideração esses fatores caso dependam de transporte público. Mesmo com um carro na família, muitas vezes o parceiro precisa sair enquanto um está com o carro então vimos que ter acessos verticais e horizontais às linhas de ônibus era algo importante a se considerar. Hoje moramos em Esquimalt há quase 3 meses e não poderíamos estar mais satisfeitos! Mas a localização foi escolhida a dedo, considerando tudo o que vc mencionou tbm por termos crianças. Passamos meses procurando, porque realmente não é fácil encontrar imóveis aqui, especialmente se tivermos algumas preferências como as nossas.

    1. Obrigada Raíssa, nunca pensei nessa questão que você mencionou dos ônibus. Que bom que está gostando de Esquimalt.Uma amiga também se mudou para lá com a família e está gostando. Ela mora em um área com parques, lojinhas, escolas, faz tudo andando. Obrigada novamente. 🙂

  2. Oi Pri! Moro em Langford faz 1 ano e simplesmente amo! É bem oq vc falou, não preciso ir para Victoria para nd. Só vou para passear, ir em algum restaurante diferente. Moro no topo de uma montanha aqui e amo poder observar a natureza, nunca tinha morado em um lugar assim. Eu super indico Langford para quem puder morar mais afastado de Victoria!

    1. Oi Bruna, muito obrigada pelo seu comentário com certeza vai ajudar quem está pesquisando sobre morar em Victoria! Fico muito agradecida! Imagino a vista que você tem. Tem uns lugares lindos nessa região! 🙂

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.