Road Trip – Parte 2 – Fernie, Kootenay e Radium Hot Spring

Continuando com a nossa viagem de carro pela região das montanhas rochosas. Como eu conto no primeiro post não tínhamos um plano de onde iríamos, mas eu tinha certeza que queria visitar Fernie. Uma das minhas amigas canadenses morou lá por alguns anos e sempre ouvi ela falar muito bem da cidade.

O caminho de Cranbrook até Fernie é encantador, já que temos quer ir beirando as montanhas. Cranbook está de um lado das montanhas e Fernie do outro.

Chegando em Fernie, fomos direto para a estação de esqui Fernie Alpine Resort. Como de costume os meninos queriam fazer snowboarding. Essa é uma das estações de esqui mais movimentadas que eu já vi. O lugar é lindo, mas não é para iniciantes. As montanhas são bem íngremes. Por conta disto, os menos experimentes como eu, foram para à cidade.

Fernie Alpine Resort
Vila da estação de esqui de Fernie

A cidade é charmosa e cercada por montanhas. Super pequena, menos de 5 mil habitantes. Tive a impressão que a população é muito simpática! Todos os comércios que eu entrei fui super bem atendida. Na avenida principal, não tem como não achar (rsrs), há várias cafeteiras e restaurantes.

Fernie4
Fernie
Fernie2
Centro de Fernie
Fernie3
Ruas de Fernie

Novamente por indicação, fomos almoçar no The Brickhouse. O restaurante fica em um prédio histórico, o ambiente é rústico e elegante. Para os amantes de cerveja, eles oferecem uma seleção de cervejas canadenses incluindo cervejas produzidas em Fernie. Meu prato escolhido foi Lemon Garlic Prawn Salad, que é salada com camarão, alho, vinho branco, queijo asiago e muito mais! Estava maravilhoso. Apesar de eu ter gostado muito do lugar, os valores não são baratos. Prepare o bolso! 😉

The Brickhouse
The Brickhouse restaurante
Prawn Salad
Minha Salada! 🙂

Visitamos a cervejaria Fernie Brewing, que fica na parte oeste da cidade. Na frente da cervejaria tem o que eles chamam de loja, mas eu chamo de pub (rsrsrs), onde o visitante pode fazer degustação e comprar cervejas. Você paga 5 dólares e tem direito a escolher quatro tipos de cerveja para degustar. Atendimento e cerveja excelentes! Recomendo!

Fernie Brewing1
Fernie Brewing (cervejaria)
Fernie Brewing2
Você paga 5 dólares por 4 degustações!

No dia seguinte fomos para o Kootenay National Park. No caminho paramos no Mountainside Market, uma Delicatessen localizada na região de Radium Hot Springs. Clique aqui para ver a localização. Todos, exceto eu e a Emily (não gostamos de bacon…rsrs), queriam comer o famoso Bacon Wrapped Cheese Stick, que é um salgado com bacon e queijo. Como eu não sou fã de bacon, eu não experimentei, mas o pessoal aprovou! 😉

MountainsideMarket
Bacon Stick! Se você ama bacon, não deixe de experimentar!

Kootenay National Park é reconhecido pela Unesco como Patrimônio Mundial. É um dos quatro parques que fazem parte das montanhas rochosas canadenses. Não é tão famoso entre os turistas estrangeiros como Banff e Jasper, mas é muito conhecido entre os locais.

Kootenay6
Kootenay National Park. O rio do lado direito está congelado.
Kootenay1
Kootenay National Park

O parque é grande, muito bem preservado, cheio de lagos, rios, montanhas e muitos animais. Não é possível conhecer todo o parque em um dia, por isso escolhemos alguns pontos para parar e o resto do percurso fizemos de carro. Valeu muito a pena! Torno-se um dos meu lugares favoritos no Canadá.

Kootenay2

Kootenay National Park

Kootenay4
Kootenay National Park

Estava -19 graus, muito frio! Porém demos sorte, estava sol. O lugar é tão lindo, tão mágico que você nem se importa com o frio. Paramos em um mirante que tem um vista linda das montanhas. Estava tão frio e sol ao mesmo tempo que se formavam cristais de água no ar. Parecia que tinha Glitter no ar. Amei! Esse foi um dos momentos mais memoráveis desta viagem para mim. Melhor de tudo, nada foi programado.

Kootenay3
Kootenay National Park
Kootenay5
Kootenay National Park

O pessoal tinha me avisado para trazer biquíni, pois iríamos em algumas hot springs (águas termais). Para quem não sabe hot springs são aquelas piscinas naturais que se formam entre as rochas. A água que sai das rochas é bem quente. Não importa se está extremamente frio do lado de fora a água continua quente. Resolvemos ir na Radium Hot Springs que fica em Kootenay Park. Já eram 18h e fazia -25. Confesso que eu não estava nem um pouco empolgada para tirar a minha roupa quentinha e colocar biquíni. Mas, fui mesmo assim.

Radium Hot Springs tem uma excelente infra-estrutura. Estacionamento gratuito e amplos vestiários com armários e chuveiros. O valor da entrada é CAD 6.30 . Se você precisar usar o armário é cobrado 1 dólar. O armário é grande, então dá para dividir com os amigos. Leve toalha e chinelo.

Radium Hot Springs
Radium Hot Spring – image source: tripadvisor.ca (eu esqueci de tirar foto quando estava lá 🙁 )

Eu não estava empolgada no começo, mas no final fiquei feliz por ter ido. O local é todo preparado para o frio. Tem um corredor aquecido que liga os vestiários até as piscinas. Você só passa frio quando termina o corredor que tem que descer as escadinhas da piscina, mas isso dura uns 15 segundos. A temperatura da água estava variando entre 39 – 44 graus Celsius. É tão frio do lado de fora, que se você ficar com a sua cabeça fora da água por alguns minutos seu cabelo e cílios congelam. Ficam brancos literalmente. Mas, valeu a pena ter ido! É super divertido e relaxante, ainda mais quando você está com um grupo de amigos.

A minha viagem de carro com os meus amigos continuou pela charmosa cidade de Banff e o belo Glaciar Park. Vejam fotos e dicas em Road Trip – Parte 3 – Banff e Glacier National Park.

A Elisa também viajou para o Kootenay Park só que não verão. Vejam as fotos lindas e dicas do que fazer na região durante o verão neste post aqui!

5 thoughts on “Road Trip – Parte 2 – Fernie, Kootenay e Radium Hot Spring

  1. O que mais me impressionou , foram as paisagens, da estrada passando no meio das rocha que foram cortadas.

    Da culinária , salada de camarão e de comprar 4 cervejas por 1 dólar.

Leave a Reply