Escolas de inglês em Victoria – Parte 3 – GEOS Language Plus

Este é o terceiro post sobre as escolas de inglês em Victoria, no Canadá. Hoje vou falar sobre a Geos Language Plus, que fica no centro da cidade. Se você perdeu o artigo onde explico sobre este e os demais posts que estão por vir, não tem problema, basta ler aqui: Qual é a melhor escola de inglês em Victoria, Canadá? que você vai entender melhor a ideia dos posts.

GEOS Language Plus

Cursos oferecidos:

  • General English
  • Under-20 (16 a 21 anos)
  • University Pathway
  • Private English Lessons
  • IELTS Preparation
  • High School Preparation

Apesar de a Geos Language Plus ser uma escola pequena e não tão conhecida, em 2011, ela foi incorporada a um dos maiores grupos de escolas de idiomas no mundo, o Sprachcaffe. Por ser um grupo europeu, a escola recebe mais alunos da Europa e da Ásia. O número de alunos latinos ainda é baixo: o número de brasileiros não chega a 3%. Eu mesma só conheci a escola porque uma amiga brasileira, minha xará Priscila, estudou na Geos e amou.

O que mais me chamou a atenção na minha visita à Geos foi o carinho com que fui recebida. Em relação ao espaço físico, a escola é modesta em comparação com as que eu visitei até hoje, mas a equipe faz o ambiente ser muito acolhedor.

Apesar da estrutura ser simples, não deixa nada a desejar no quesito salas de aulas, já que as mesmas são amplas e têm muita iluminação natural, coisa que eu acho super importante, principalmente no inverno. A escola fica no centro da cidade, com fácil acesso aos pontos turísticos da cidade, como o Craigdarroch Castle, The Empress Hotel e o Beacon Hill Park.

Foto fornecida pela escola Geos Language Plus

Durante o verão, alta temporada, as turmas chegam a ter 15 alunos, no máximo. Na baixa temporada, costumam ter entre 7 a 10 alunos. Como a escola é pequena, os funcionários têm tempo para dar um atendimento personalizado aos alunos. Até reserva em hotéis eles ajudam a fazer, se for necessário.

Essa é a única escola de inglês que eu visitei que segue livros. Para cada estágio, há um livro. Terminou o livro, você passa para o próximo nível com um novo livro. E assim vai. Eu achei isso ótimo, pois quando eu estudei inglês na UVIC não tínhamos livros. A cada aula recebíamos um monte de xerox e eu me senti perdida nos primeiros meses, pois eu não conseguia entender em que nível eu realmente estava, o que iria aprender naquele momento ou mais para frente. Com o tempo, eu me adaptei ao método, e acho que foi bom para me desafiar, mas se eu tivesse feito um curso curto (1 a 2 meses), acho que esse método não seria tão eficaz para mim.

A escola também oferece atividades nos finais de semanas e após as aulas durante a semana para os alunos conhecerem Victoria e a cultura local. Acesse o site da Geos para ver o calendario mensal de atividades.

Foto fornecida pela Geos Language Plus

No momento, eu só tenho um depoimento sobre a Geos Language Plus. Se você estudou nessa escola e quer colaborar com esse post dando o seu depoimento, por favor, entre em contato comigo ou deixe um comentário abaixo.


“Estudar na GEOS foi a minha primeira experiência no Canadá, estudei 6 meses, de agosto de 2015 a janeiro de 2016. É uma escola que não é considerada grande, mas que tem muitos aspectos positivos que não deixaram a desejar em comparação a escola que estudei em 2013 em Boston nos EUA. O que foi de melhor na GEOS: poucos brasileiros (apenas 3 contando comigo); poucos estudantes por sala de aula (cheguei a estudar com no mínimo 1 colega e no máximo 12 na mesma sala de aula), apesar de muitos asiáticos também tinha gente da Europa, África e poucos latinos (sim latinos são um problema igual a brasileiros, acabam falando a língua materna e como é possível entender o espanhol, acabamos nos atrapalhando um pouco); a metodologia utilizada é ótima e tem sequência mesmo você trocando de sala entre aulas de gramática e speaking; quando eu estudei lá uma brasileira trabalhava como voluntária no setor administrativo e ajudava bastante nas minhas eventuais necessidades; a localização da escola é excelente, fica na rua principal de downtown e bem em frente parada do ônibus; os professores são 100% nativos, com o melhor inglês que já ouvi, um inglês bem clean o que facilita muito o aprendizado; todos as semanas existem as atividades gratuitas que a escola disponibiliza entre visita a parques, filmes, aulas grátis, passeios e etc além de algumas festinhas com temas festivos como Halloween entre outros; as famílias de homestay cadastradas na escola são na maioria famílias nativas, eu tive uma experiência maravilhosa de ficar em uma casa que a esposa era nascida em Toronto e o esposo em Dublin, mas que morava no Canadá há mais de 20 anos. Enfim, eu poderia listar muito mais aqui, mas que em resumo, foi a melhor experiência que já tive estudando no exterior. Meu próximo desafio agora será estudar em Toronto e conhecer o lado leste do Canadá.” –  Priscila Melo


Obrigada Pri pelo depoimento com certeza ele irá ajudar quem está pesquisando sobre estudar inglês em Victoria.

Se você também estudou inglês na Geos, por gentileza, deixe o seu depoimento nos comentários abaixo e ajude outros brasileiros na escolha da escola.

Leia também: Profissional de intercâmbio dá dicas para quem quer estudar fora!

4 thoughts on “Escolas de inglês em Victoria – Parte 3 – GEOS Language Plus

  1. Pri eu que agradeço a oportunidade de contribuir com as informações sobre a escola! Estou sempre à disposição. Seu blog sempre foi um sucesso e já ajudou muitas pessoas. Sucesso pra vc! Grande beijo!

    1. Muito obrigada Pri! Esse blog é um sucesso porque tenho a ajuda de leitores e amigos como você. Eu sozinha não conseguiria deixá-lo tão bom. Beijos grandes! E mais uma vez muito obrigada! 😉

Leave a Reply