Profissional de intercâmbio dá dicas para quem quer estudar fora

Se você está pensando em fazer um intercâmbio no Canadá ou em outro país para aperfeiçoar um idioma, mergulhar em uma nova cultura e ter uma experiência internacional saiba que há vários pontos que devem ser levados em consideração. Por conta disto, o blog convidou a Luciane Aulicino, da agência Aulicino Turismo e Intercâmbio, para dar dicas do que você precisa saber antes de fechar um intercâmbio.

Conheci a Luciane quando fechei meus dois intercâmbios para Victoria através da agência onde ela trabalhava, antes de ela abrir a Aulicino Turismo e Intercâmbio. As meninas que trabalhavam lá foram super atenciosas e me deram um bom suporte durante meu período de estudos. Elas me auxiliaram em tudo, desde a escolha do curso até a compra da passagem aérea e do seguro saúde e solicitação do visto.

Luciane conta aqui quais são os primeiros pontos a serem analisados em uma pesquisa sobre intercâmbio.

  • Perfil do estudante: “Eu costumo dizer, para todos os estudantes com quem converso, que esse é o principal e mais difícil item a ser analisado. É crucial desvendar qual cidade, qual curso, qual carga horária são mais adequados para cada indivíduo. Conseguindo entender essas premissas, a chance do seu intercâmbio ser o melhor momento da sua vida, é altíssima. O mais importante é levar em consideração o estilo de vida de cada estudante.”
  • Budget: “Junto com o perfil do estudante, é necessário analisar o orçamento disponível. Parece uma questão irrelevante, mas é ele quem determinará que escola você conseguirá frequentar, quantas atividades extras serão possíveis fazer, entre outros aspectos. Para muitos estudantes, essas variáveis são bem importantes, enquanto, para outros, só o fato de estar fora do país, já é a realização de um sonho. Portanto, novamente, aqui entra o estilo de vida de cada estudante.”
  • Nível de idioma: “Indiscutivelmente, quanto mais avançado for o seu nível no idioma que quer estudar (inglês, francês, espanhol, italiano, etc), mais fácil será o seu intercâmbio. Isso quer dizer que quem tem nível básico não deveria fazer um intercâmbio? Muito pelo contrário! O crescimento dos estudantes que têm nível básico é muito maior do que daqueles que já têm um certo conhecimento da língua. O ideal, nesse caso, é apostar em cursos de longa duração, de 6 meses a 1 ano.
2011 quando eu fiz um intercâmbio de 1 ano na Universidade de Victoria
  • Duração da viagem: “Este item está diretamente ligado à disponibilidade do estudante. É claro que quanto mais longo é o curso, maior a imersão na língua e na cultura local. De todas as formas, como muitos dos estudantes aproveitam o mês de férias no Brasil para fazer um intercâmbio, vale ressaltar que essa experiência conta, e muito, tanto para o currículo, como para crescimento pessoal e aprendizagem da língua. Existem estudos que estimam que um mês de aulas no exterior é o equivalente a 7 meses de curso no Brasil. Lembrando que existem diversos tipos de carga horária, que são ajustadas de acordo com o desejo do estudante, podendo ser uma viagem estritamente acadêmica ou acadêmica e de lazer.
  • Acomodação: “É o item que mais gera dúvidas a todos os estudantes! Sempre digo que não existe acomodação perfeita, além da nossa própria casa. Então, é sempre preciso estar com a mente aberta para novas culturas e costumes, essa é a chave do sucesso. Basicamente, existem duas opções de acomodação: casa de família (homestay) e residência estudantil. Na casa de família, você terá que se adaptar às regras da casa, bem como a comida oferecida. Em contrapartida, você é inserido na cultura local, tem mais contato com a língua e pode ganhar uma família no exterior. Já a residência estudantil, além de trazer mais privacidade, fará com que você conviva com estudante de diversos países, ou seja, terá que se adaptar a diferentes culturas ao mesmo tempo. Normalmente, não há alimentação incluída e elas são um pouco mais caras do que as casas de família, uma vez que a maioria delas ficam em regiões centrais.

Quer realizar o sonho de fazer um intercâmbio? Leitores do blog que entrarem em contato com a Luciane (email luciane@aulicino.com.br) até o dia 30 de maio de 2017 serão isentos da taxa administrativa da agência e terão 20% de desconto no seguro saúde.


Luciane é formada em turismo, sendo que um ano da universidade foi cursado em Madrid, em seu primeiro intercâmbio. Após este período, começou a trabalhar na área de intercâmbio, em que atua até hoje. É apaixonada por viagens, novas culturas e seus diferentes costumes. Adora ajudar as pessoas a realizar os seus sonhos, por meio de viagens, sejam elas de lazer ou de estudos.
Site: http://aulicino.com.br/
Email: luciane@aulicino.com.br

Leave a Reply